Aprenda a escapar dos crimes virtuais

5/5
crimes virtuais

Segundo um estudo recente da Serasa Experian, a cada 17 segundos, um brasileiro é vítima de uma tentativa de golpe que envolve roubo de identidade. Mesmo sendo os empresários e investidores os mais expostos a este tipo de roubo, tem aumentado o número idosos que tem se tornado destes criminosos, leia esse artigo e aprenda a escapar dos crimes virtuais.

Para se tornar vítima deste golpe, basta apenas perder um documento pessoal. Além do documento pessoal outro modo muito utilizado Poe estes hackers é o roubo de informações pessoais através da invasão do computador e smartphones que sempre vem através de um vírus instalado em um e-mail falso. Quando a pessoa lê o e-mail ela acaba caindo inocentemente neste golpe e seus dados são roubados ou clonados.

Estes e-mails de golpes sempre vêm oferecendo grandes descontos na compra de celulares e outros produtos que são atrativos para há maioria das pessoas. Agora no caso do documento roubado, o criminoso pode abrir conta em banco, fazer compras, financiar produtos ou criar empresas de fachada que tem o foco de aplicar outros golpes.

“Os hackers também invadem sistemas públicos para conseguir dados pessoais. Há um mercado de compra e venda dessas informações na internet”, afirma o ex-hacker Daniel Nascimento, de 28 anos. Hoje consultor de segurança digital, ele foi um dos hackers mais atuantes do país.

Segundo Daniel Nascimento o ex-hacker, a escolha da vítima varia de acordo com o golpe a ser aplicado. Ele pode distribuir e-mails na internet para ver quem clica. Existem também golpes mais arquitetados, com investidores e pessoas com cargos de gestão, afirma.

Para se proteger dessas ações, a melhor solução é a prevenção, como usar senhas diferentes para cada tipo de serviço ou site e ter um antivírus atualizado. Além das medidas simples de segurança, existem outros serviços que podem ajudar. O Serasa Antifraude, por exemplo, faz o monitoramento de seu CPF e avisa sobre qualquer movimentação, como consultas de empresas para liberar crédito, aberturas de empresas e contas telefônicas.

Contudo; para se proteger deste golpe a pessoa precisa estar atenta aos locais onde acessa seus e-mails, redes sociais, internet banking e aonde até mesmo salva suas senhas. Vale a pena criar senhas diversas, para caso o hacker tenha acesso a uma senha, não consiga ter acesso em mais nada seu. Isso além de garantir segurança no dia a dia, evitará que sofra golpes e que tenha transtornos devido a estes crimes cibernéticos.

 

Esse artigo foi útil para você?

Então, siga os nossos perfis no Facebook , Instagram e no Twitter para ter acesso a outros conteúdos relevantes!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com alguém que precisa ler:

Leia também:

"Conhecimento gera liberdade!"

Este blog é criado e mantido com carinho pela equipe da Sismais.
Acompanhe as novidades do Blog nas redes sociais:

Mais Vistos

Posts Recentes

Diferença entre TEF e POS

Ao possuir um estabelecimento, é importante que os métodos de pagamento sejam variados e acessíveis aos clientes, não é mesmo? Por isso, um dos meios

Fidelizar cliente
Dicas essenciais para fidelizar clientes

Os clientes são, sem dúvidas, peças essenciais para o crescimento de qualquer empresa. Afinal, são eles que ditam o faturamento de uma organização e, consequentemente,

Cadastre-se para receber nossas novidades por e-mail!

Receba nossos e-mails sobre negócios, tributação, finanças, estoques e outros…

Prometemos não enviar SPAM.